Imagen

Novo site e oficinas criativas no Rio Grande do Sul

31 May

cartaz_pbecor-Recovered

Participe das oficinas criativas do Cidade Transmídia Rio Grande do Sul. As inscrições estão abertas. Cada cidade vai contar com um grupo de 20 pessoas que, gratuitamente, podem participar para fazer história (e criar histórias) com a gente.

Venha ver sua cidade pelo ponto de vista de um personagem, nos ajude a deixar seus rastros pelas ruas e avenidas e faça parte desse grande coletivo internacional de arte, comunicação e interatividade que é a família Cidade Transmídia.

Anuncios

QUARTO DIA // Lapa // Rio de Janeiro

19 Mar

Último encontro e hora de editar e postar o conteúdo no mapa online. Os grupos se reuniram e dividiram tarefas para finalizar o material. Rolou um momento muito especial de exibição dos vídeos e das intervenções para todo o coletivo e uma conversa longa sobre o espaço da Lapa e suas histórias inusitadas. Hoje nos despedimos da Lapa, certos de que ainda existe todo um Rio de Janeiro, um Brasil, um mundo, para desbravar e inúmeros personagens a serem imaginados.

ctrans3 063

Wilson Domingues, o Will, editando os vídeos da personagem Yuri. Uma skatista alemã que faz intercâmbio no Brasil.

CidadeTransmidia_dia1_Daniel

Daniel Domingues, do Fora do Eixo, dando uma força nas postagens da Yuri Kinsmann.

 

Cidade_Transm_LarissaEly_GrupoRio_Lapa

Celebrando o final da oficina criativa e o nascimento dos personagens da Lapa.

TERCEIRO DIA // Lapa // Rio de Janeiro

22 Feb

O terceiro dia de atividades foi bastante ativo. Hora de ir para a rua e registrar os vídeos com o ponto de vista dos personagens, ao mesmo tempo em que intervenções no espaço urbano são realizadas. Os grupos aproveitaram para colar adesivos, cartazes e criar outras interações com a arquitetura, os graffitis e outros rastros que a Lapa já coleciona.

Veja os resultados da intervenção aqui no álbum do Face  antes de acessá-los de forma completa aqui no mapa online.

 

13972_563134110371922_1642871242_n

Luiza Bender, uma gaúcha que foi até a Lapa para participar do projeto, em registros para o personagem Lupércio.

CidadeTransmidia_dia02_8 CidadeTransmidia_dia02_derivas2

SEGUNDO DIA // Lapa // Rio de Janeiro

22 Feb

Segundo dia da edição Rio-Lapa e o coletivo está mais entrosado, já conseguimos organizar as atividades para a produção dos trajetos, que serão percorridos pelos personagens no próximo encontro.

Cada grupo foi às ruas da Lapa com a missão de selecionar três pontos de interesse (prédios curiosos, praças escondidas, entre outros) e fotografá-los. De volta ao camarim do Circo Voador, os pontos foram apresentados pelos grupos ao coletivo e foram marcados no mapa impresso.

Em seguida, cada grupo recebeu uma tarefa inusitada para determinar o trajeto dos personagens: percorrer as ruas do bairro da Lapa sendo orientados (ou desorientados?!) pelo mapa da cidade de Málaga / Espanha. Uma tática de deriva típica do movimento Situacionista.

Depois das derivas, os trajetos foram criados e marcados finalmente no mapa. Estamos prontos para descobertas, gravações e intervenções nos caminhos da Lapa.

CidadeTransmidia_dia02_9

Pontos afetivos marcados no mapa offline e trajetos estabelecidos pelos grupos.

CidadeTransmidia_dia2_dia8

Lorran Dias, Renata Crisóstomo e Arthur Schreinert mostrando os pontos afetivos para composição do trajeto do personagem Vincent.

CidadeTransmidia_dia02_5

Atenção. Cecilia Santos e Luciano Costa. Ao fundo, Larissa Ely atenta aos registros e Tiago Lopes.

 

PRIMEIRO DIA // Lapa // Rio de Janeiro

19 Feb

Não foi só o calor de 39 graus lá fora que fez com que as coisas esquentassem aqui no Rio! A primeira edição do Cidade Transmídia em solo brasileiro começou a todo o vapor.

Fomos extremamente bem recebidos pelo pessoal do Circo Voador hoje de manhã, quando as atividades começaram no camarim, que foi ocupado pelo mestre Jorge Ben Jor no dia anterior! Dos vinte inscritos, dezenove participantes estiveram ativamente presentes. Desafio do dia? A criação dos 4 personagens que serão protagonistas dos trajetos que vamos traçar aqui na Lapa.

Os integrantes se dividiram em quatro grupos e cada um desses grupos traçou um perfil bem detalhado do seu personagem, que foi complementado por um cartaz que ajudava nessa significação a partir de colagens e ilustrações.

CidadeTransm_Rio_Personagem01

Clelio apresenta o personagem VINCENT, que tem especial apreço pelas sombras.

Ao final da manhã, cada grupo expôs para o coletivo o seu cartaz e falou sobre o personagem criado usando como apoio as imagens selecionadas. Um homem solitário que se atrai por sombras, um travesti requintado, uma alemã skatista e um homem conservador dos anos 70 que fez uma viagem no tempo e veio parar na Lapa em 2012.  Esses serão nossos companheiros desta semana e a partir da sua visão subjetiva as ruas da Lapa serão percorridas.

 

CidadeTransmidia_Rio_Personagem02

Cecilia apresenta MARIAH, que também é JOÃO.

CidadeTransmidia_Rio_Personagem_02

Caio Chacal e Yan apresentam LUPÉRCIO SILVEIRA, uma figura dos anos setenta.

Mal podemos esperar pelo dia de amanhã, quando, já com o olhar de criadores desses personagens, os grupos sairão para as ruas pela primeira vez para pensar os trajetos!

Acompanhe os resultados por aqui e pela Fanpage.

Cidade Transmídia no Rio de Janeiro

6 Feb

 

Imagem5

Um projeto que começou em Málaga, Andaluzia (Espanha), ganha fôlego para  continuar no Rio de Janeiro, na Lapa e porque não, seguir seu caminho em direção a outras cidades brasileiras.

O Cidade Transmídia é um projeto que reúne recursos dos universos online e offline na procura por um mapeamento criativo de cidades históricas. Para que essa ideia se concretize, a proposta é começar por uma oficina, ministrada pelos idealizadores do projeto, Lenara Verle, Tiago Lopes e Camila Farina. São quatro dias de criação de personagens, exploração do espaço urbano, captação e edição de vídeos refletindo a interpretação dos trajetos da cidade pelos personagens que surgirão desse encontro.

P1020668

Lenara Verle, Camila Farina, Tiago Lopes, idealizadores do projeto.

O resultado disso é um mapeamento que começa offline e acaba online, a partir da postagem do material criado aqui no site do projeto.

Para quem quiser saber mais sobre como foi a experiência do Cidade Transmídia na Andaluzia, nos posts anteriores têm vídeos, imagens e textos. (Por enquanto em Espanhol mas em breve teremos uma versão em Português desse material)

// Confira aqui também um pouco da trajetória do Cidade Transmídia entre seu surgimento na Espanha e a edição brasileira que está para acontecer:

Em 2011, a metodologia utilizada na primeira edição do projeto foi adotada como parte das atividades do projeto Saúde, Câmera, Ação!, que promove a integração de jovens em situação de risco em Alvorada, no Rio Grande do Sul. Os resultados estão no site do projeto.

Ainda em 2011 o projeto foi aprovado na Lei de Incentivo à Cultura (LIC) para ser realizado em cinco cidades do interior do Rio Grande do Sul – estamos ainda em fase de captação de recursos.

Em janeiro de 2012, os integrantes do Cidade Transmídia deram uma entrevista no programa Arte&Tecnologia, da rádio Mínima FM. A íntegra da entrevista pode ser acessada aqui.

E em julho de 2012, um artigo sobre o projeto foi apresentado durante o III Congreso de Enseñanza, na Universidad de Palermos, em Buenos Aires, Argentina. Leia o artigo em PDF.

A chegada do projeto no Rio veio com o prêmio do Programa de Incentivo a Audiovisuais Criativos, através do projeto Coletividea, vinculado ao Ministério da Cultura. A sede da oficina será o camarim do histórico Circo Voador na Lapa. Aguardem em breve mais notícias e em seguida os primeiros resultados!

Málaga Transmedia

15 Dic

Durante los días 18 y 19 de Noviembre de 2010 tuvo lugar en Málaga el micro-taller de creación de contenidos interactivos audiovisuales Ciudad Transmedia, a través de una convocatoria de Espacio-Red UNIA y apoyo de la Casa Invisible.

Por dos días los 16 participantes del taller desarrollaron narrativas audiovisuales, desde el planeamiento, creación y edición hasta la publicación en este sitio web.

El proceso empezó el primer día con dinámicas de creación de personajes. A partir de un objeto personal de cada participante, los grupos imaginaron 5 personajes y sus historias, sus características físicas, sus deseos y secretos.

La etapa siguiente fue de exploración del ambiente a su alrededor. Partiendo desde la Casa Invisible, los os grupos anduvieron por las calles del centro histórico de Málaga, identificando en su camino 2 sitios de importancia afectiva. Luego todos apuntaron los sitios en un mapa, junto con las motivaciones para su elección.

Una tercera etapa fue la creación de trayectos para los personajes, a partir de 3 de los puntos elegidos en la etapa anterior: inicio, medio y final del trayectos. Los grupos salieran una vez más a la calle, grabando imágenes en video como si fuera desde el punto de vista de su personaje mientras éste hacía el recorrido.

En paralelo a la captación de imágenes, los grupos dejaban marcas por la ciudad: carteles y pegatinas con referencias a su personaje y al proyecto Ciudad Transmedia, y con un QR Code que se podía utilizar para acceder a informaciones exclusivas a partir de un dispositivo móvil u ordenador.

La ultima etapa fue la selección y edición de los materiales audiovisuales. Al final de la edición se publicaron los videos en un mapa digital en Google Mapas, donde los usuarios pueden elegir trayectos y la secuencia de visualización de los videos creados en el taller, y así conocer un poco más acerca de la ciudad a través de los ojos de estos 5 habitantes ficticios.